Por meio do estudo “Exame de Ordem em Números”, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, responsável pela prova da OAB, é possível obter uma série de elementos relevantes sobre a avaliação.

O estudo traz informações estatísticas e cruzamento de dados que, ao serem analisados, podem identificar de forma bem eficiente como passar na oab.

Utilizando os dados da fase prático-profissional (2ª fase) como referência, vamos apontar qual a disciplina que mais aprova no Exame de Ordem, além de quais são os assuntos mais cobrados na OAB.

De acordo com a publicação, a preferência dos estudantes na hora de enfrentar a prova fica dividida entre as disciplinas de Direito Penal e Direito do Trabalho, conforme mostramos no ranking abaixo:

  1. Direito Penal – 30%
  2. Direito do Trabalho – 27%
  3. Direito Civil – 15%
  4. Direito Tributário – 9%
  5. Direito Constitucional – 8%
  6. Direito Administrativo – 8%
  7. Direito Empresarial – 3%

Porém, quando falamos nas disciplinas que mais aprovam, as duas disciplinas anteriormente citadas abrem espaço para as áreas de Direito Constitucional e Direito Civil. A proporção fica bem clara ao analisarmos as informações abaixo:

  1. Direito Constitucional – 29,6%
  2. Direito Civil – 22,4%
  3. Direito Tributário – 19,6%
  4. Direito Administrativo – 19,2%
  5. Direito do Trabalho – 17,9%
  6. Direito Penal – 17,7%
  7. Direito Empresarial – 11,83%

Como funciona a prova da OAB – 2ª fase

Depois de enfrentar as 80 questões de prova da oab – 1ª fase do Exame da Ordem e ter acertado no mínimo 40 delas para obter a aprovação, enfim, chegou a hora de passar pela 2ª fase.

Mas antes de mergulhar fundo nos estudos, você precisa descobrir como funciona a prova da OAB – 2ª fase e quais são as dicas essenciais para se dar bem. Então, é só ficar ligado no texto abaixo, porque a partir de agora vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre a prova de 2ª fase.

Nesta etapa são cobradas quatro questões abertas e discursivas, ou seja, sem opções de resposta para marcar “X”, além de uma peça prático-profissional.

Na 2ª fase da prova da OAB, o candidato resolve a prova com foco em apenas uma área. Você pode optar entre as disciplinas de Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Empresarial, Direito Penal, Direito Trabalhista e Direito Tributário.

A escolha da área é realizada já no ato da inscrição. Há pontos positivos e negativos de ter que dedicar seus estudos a uma única matéria. O ponto positivo é que como a escolha foi sua, então você optou por uma disciplina que tem mais facilidade ou mais conhecimento. Já o ponto negativo é que você precisa fazer um estudo mais aprofundado.

Cada questão, das quatro que serão aplicadas, vale 1,25 pontos e a peça profissional vale 5 pontos, somando assim 10 pontos. Para ser considerado aprovado, o estudante precisa alcançar no mínimo 6 pontos. Mas atenção para um detalhe importante: você não pode zerar a peça.

Desta forma, aconselhamos que você leia a prova inteira, faça um rascunho das ideias da peça e retorne para responder às questões. Pois assim, você pode lembrar de novos pontos que podem entrar na peça.

Como escolher a área da 2ª fase do Exame de Ordem

Para escolher entre as materias da oab disponíveis para a prova de 2ª fase, é preciso levar em consideração alguns pontos fundamentais.

O primeiro critério que deve te guiar nesta escolha é a aptidão. Então, se você já faz estágio em alguma área do Direito, por exemplo, essa deve ser a sua escolha. Você tem uma rotina diária de prática naquela área, e assim, não tem porque trocar!

Mas se você não trabalha na área, vai precisar adotar o segundo critério que é a afinidade. Lembre-se que você precisará fazer um estudo muito dedicado sobre um conteúdo, e certamente, será mais fácil estudar uma matéria que gosta. Neste sentido, procure identificar qual a disciplina que mais te agrada.

O último critério deve ser usado para aquelas pessoas que não estão trabalhando na área e não apresentam uma afinidade real sobre os conteúdos. Se esta for a sua situação, será necessário efetuar uma breve análise das provas anteriores e buscar uma identificação com algum conteúdo e a forma com que ele foi cobrado na prova da ordem.

loja virtual

A loja virtual é uma aliada de empresas que estão em pleno processo de expansão. O motivo é simples: o número de pessoas que compram online cresceu exponencialmente, sobretudo durante a pandemia e isolamento social.

Portanto, ter um e-commerce aumenta de maneira significativa suas chances de captar clientes, realizar vendas e maximizar o faturamento de sua empresa. Ainda em dúvida se faz esse investimento? Então, confira 5 motivos para ter uma loja virtual:

1. Baixo investimento inicial

Montar uma loja física é extremamente trabalhoso e caro, uma vez que é preciso encontrar, comprar ou alugar o ponto comercial perfeito, realizar reformas, adquirir móveis, pagar pela documentação, entre outros procedimentos de valores elevados.

Com a loja virtual é possível poupar tempo e dinheiro, já que toda a sua estrutura é menos burocrática e exige um baixo investimento inicial. Prova disso é que basta comprar um domínio, escolher uma plataforma de e-commerce, definir um layout agradável e otimizado, estabelecer formas de pagamento e fretes e pronto!

2. Maior ROI

O ROI (Retorno sobre o Investimento) de um e-commerce tende a ser maior do que o de uma loja física, justamente porque o investimento inicial é baixo, o custo de manutenção também é menor e a possibilidade de vendas é maior.

Logo, é possível ter um retorno acelerado, sobretudo se a gestão do negócio for robusta, com um planejamento adequado e estratégias específicas para se atingir resultados em curto, médio e longo prazos.

3. Funcionamento 24 horas

A loja virtual permite que o consumidor consiga realizar compras na sua empresa em qualquer horário, já que funciona 24 horas por dia. Além disso, possibilita conhecer seus produtos sem nem ao menos sair de casa.

Esse é um ponto importante porque o consumidor quer máxima praticidade e agilidade no dia a dia, principalmente em suas compras. Dessa forma, dá para suprir suas necessidades e ainda aproveitar a oportunidade para fechar novas vendas.

4. Amplo alcance

Quando se tem uma loja física, o alcance dela é pequeno, normalmente limitado ao bairro em que está localizada e redondezas. O e-commerce amplia expressivamente esse alcance, já que é possível chegar a pessoas de qualquer lugar do mundo.

Portanto, a loja virtual permite que sua marca e produtos cheguem a um maior número de consumidores e potenciais consumidores, maximizando a chance de realizar novos negócios e de lucrar.

5. Personalização da experiência

A loja virtual possibilita um melhor acompanhamento do comportamento e jornada do consumidor, permitindo que a empresa personalize sua experiência, simplifique processos de compras, reduza taxas de abandono de carrinho e melhore seu índice de conversão.

Com base nas informações obtidas a empresa pode criar ações especiais e adotar estratégias de marketing digital, como o e-mail marketing e anúncios, para captar clientes e maximizar seus resultados, contribuindo positivamente em seu processo de expansão.

Para colocar a personalização da experiência do consumidor em prática e adotar estratégias de marketing online, uma dica essencial é contratar uma agência digital para realizar esse trabalho com precisão e sucesso nas ações.

curso de pedagogia

Se você está cursando uma faculdade de pedagogia EAD ou presencial, já deve ter ouvido falar sobre Tecnologia da Informação e Comunicação ou apenas TICs. Elas são formas tecnológicas distintas de comunicar por meio de hardware, software e telecomunicações. Quando falamos das TICS na educação infantil, estamos falando em usar tecnologias a favor do ensino e da educação das crianças.

Afinal, a tecnologia está presente cada vez mais em nossas vidas, o smartphone virou uma extensão das nossas mãos. Então, por que não utilizar essa mesma tecnologia em prol da educação? Mas, antes de pensar em como aplicar as TICs em sala de aula, é preciso preparar o professor ou professora para a utilização desse processo. Por isso, é bem importante que, mesmo durante a faculdade de pedagogia EAD, os futuros profissionais já pesquisem e estejam familiarizados com o assunto.

As TICs são vistas como ferramentas de aprendizagem, afinal elas tem o objetivo de potencializar os processos de ensino, e também, permitem o acesso e a oportunidades a todos.

TICs utilizadas na educação especial

As TICs também contribuem muito para a educação especial. Por exemplo, crianças com deficiências sensoriais, como surdez e cegueira, podem se beneficiar dos recursos tecnológicos no dia a dia da educação, como um meio de comunicação ou aprendizagem de leitura, por exemplo. Alunos com paralisia cerebral também podem utilizar das tecnologias da informação e comunicação para interagirem com a aula e se comunicarem, por exemplo.

Essas tecnologias podem ser aplicativos para smartphones ou tablets, sempre levando em consideração o desenvolvimento das crianças. Por isso, é necessário ter um acompanhando de profissional formado em uma faculdade de pedagogia EAD ou presencial, só assim o trabalho estará alinhado. Um exemplo prático das TICs na educação especial seria um app que transforma um texto escrito em áudio para crianças cegas.

Como usar a tecnologia a favor?

A tecnologia é uma ferramenta muito poderosa que pode ser utilizada a favor ou contra a educação e o desenvolvimento das crianças. Por isso, falamos que é necessário ter sempre o apoio de um pedagogo dentro da sala de aula. Mas também em casa, junto com os pais, é necessário ter cuidados especiais para que essa tecnologia não se transforme em algo ruim.

É interessante que os pais conheçam os jogos e demais conteúdos que os filhos consomem diretamente das telinhas de smartphones e demais dispositivos. Há canais no youtube que auxiliam muito no desenvolvimento das crianças, e até mesmo possuem pedagogos na equipe de criação, para deixar todo o conteúdo alinhado. Porém, há outros que não agregam nada de bom. E é dever dos pais realizar essa triagem. Também é importante não deixar um tempo livre para esse acesso, assim como, para as demais atividades (como comer e brincar) é necessário ter horário e algumas regras. Já na sala de aula, é importante que o professor conheça bem as funcionalidades da ferramenta antes de apresentá-la aos alunos. Outra boa prática é planejar o ensino antecipadamente, sempre aliando a educação às tecnologias disponíveis.

curso educação física

Se você está pensando em começar um curso educação fisica, precisa conhecer mais sobre o trabalho de um educador físico. Então, leia esse texto até o final, tire todas as suas dúvidas e fique pronto para trilhar uma carreira de sucesso na área.

Esse profissional é responsável por organizar programas de exercícios físicos para promover saúde e bem-estar. Ele também pode auxiliar no tratamento e condicionamento de portadores de deficiência, ou ainda, na preparação de atletas para competições de alto nível.

Como, atualmente, as pessoas estão mais preocupadas em viver uma vida mais saudável, há vagas abertas para educadores físicos. Além disso, é possível trabalhar de forma autônoma, divulgando seu trabalho, atendendo seus clientes e fazendo seus próprios horários.

Lembrando que para se tornar um educador físico e trabalhar em academias e clubes, é necessário ter bacharelado na área. Mas, o professor também faz um trabalho semelhante nas escolas, porém, para trabalhar com a docência é preciso optar por outro curso educação fisica, a licenciatura.

Campos de atuação de um educador físico

O educador físico pode trabalhar com condicionamento físico, auxiliando na realização de exercícios individuais como personal trainer. Esse trabalho não é exclusivamente realizado em academias, pode ser feito em clubes ou até mesmo em empresas. Outra opção de trabalho é o ensino em escolas, como já mencionamos anteriormente, e a docência pode ser desde a educação infantil até o ensino médio.

O educador físico também pode orientar grupos especiais como idosos, gestantes e adultos ou crianças com necessidades especiais. Ou até mesmo pessoas com outras doenças que possam se beneficiar da prática de exercício físico. Os atletas também são um dos públicos alvo, o educador físico pode orientar indivíduos de modo separado, ou até mesmo, equipes completas auxiliando na preparação para competições.

Outra opção de atuação que costuma ser esquecida é a recreação. O profissional da área pode entreter hóspedes de um hotel, ou até mesmo, clubes, condomínios e navios. Esses lugares costumam ter uma programação completa durante o dia, com exercícios pontuais para garantir a diversão e saúde dos turistas. E por falar em práticas ligadas ao turismo, o profissional também pode trabalhar com turismo ecológico. Assim, é possível coordenar atividades ao ar livre, como, por exemplo, o montanhismo e a exploração de cavernas.

Comece seu curso em educação física

Agora que você já sabe o que faz um educador físico e conhece as possibilidades de atuação, pode começar hoje mesmo um curso educação fisica. Lembre-se que é preciso escolher entre ser bacharel ou licenciado na área. Ou ainda, é possível fazer os dois cursos e ter um diploma completo e mais opções de atuação.

Na hora de encontrar uma instituição de ensino, não esqueça de verificar se ela é credenciada pelo Ministério da Educação (MEC). É esse credenciamento que torna o seu estudo válido e o seu diploma bem aceito por outras instituições e no mercado de trabalho. E esse conselho vale tanto para os cursos presenciais, quanto para as graduações da modalidade a distância.

pós-graduação ead

Fazer uma graduação ou até mesmo uma pós-graduação a distância tem sido a escolha de mais da metade dos alunos. A modalidade passou a ser mais buscada em relação a presencial por uma série de motivos, e o primeiro deles que podemos citar é flexibilidade, ou seja, a liberdade de poder escolher quando, como e onde estudar. Esse fator dá uma enorme tranquilidade principalmente para quem precisa aliar a faculdade com o trabalho.

Porém, para que essa flexibilidade dê certo, entra a primeira das habilidades necessárias para ter um bom desempenho: disciplina. Uma vez que é você quem definirá os horários, não pode se sabotar. Em outras palavras, se optou por se dedicar aos estudos todos os dias das 19h às 22h, esteja em frente aos livros (sejam impressos ou digitais) ou vídeoaulas (sejam em DVD’s ou online) durante esse período. Não adie ou deixe para depois.

E já que falamos em livros impressos, videoaulas em DVD’s, ou online, essa é mais uma vantagem que você terá ao fazer uma graduação ou pós EAD: escolher o melhor material didático. E isso, acredite, requer também uma habilidade, a do autoconhecimento. Você precisará saber qual deles é melhor para o seu perfil enquanto aluno, qual é capaz de te ajudar com mais eficácia.

Mais uma habilidade que todo estudante de educação a distância deve possuir é a organização. Isso porque um bom curso EAD dará a possibilidade de escolher quando e quantas provas quer fazer. Isso mesmo! Por exemplo, se você preferir acumular duas ou três provas para realizar num mesmo dia, poderá. Mas onde entra a questão da organização? É simples! Entra no fato de você precisar ter um bom controle para não se perder e deixar alguma prova para trás. E claro, em ter tudo devidamente organizado para não se enrolar ao fazer mais de uma avaliação num curto espaço de tempo.

Saber escolher também é uma habilidade fundamental para quem cursa EAD. Sim, pois a escolha da melhor instituição fará toda a diferença no que diz respeito a qualidade, principalmente, mas também em ter benefícios como o de optar pela duração que o seu curso terá e qual o valor das mensalidades que pagará. Cada pessoa passa por um determinado momento e somente ela sabe quais as melhores escolhas a fazer com base no momento pelo qual está passando.

Ainda em relação a ser hábil para escolher, podemos destacar os cursos propriamente ditos. Essa muitas vezes é missão complicada, pois iniciar uma faculdade significa também começar a sua jornada profissional. Profissão essa que talvez te acompanhe pelo resto de sua vida. Seja pelo sonho de atuar em determinada área, seja pela possibilidade de receber bons salários, seja pela quantidade de oportunidades que o mercado de trabalho oferece, ou qualquer outra, saber escolher o curso é sim uma habilidade.

Bom, esperamos que no decorrer do texto você tenha se visto em cada uma das habilidades citadas para ter um bom desempenho como aluno EAD. Agora é só usá-las e ter muito sucesso!

O self storage é um serviço que possibilita ter um espaço extra para armazenagem de itens. Nele, você pode guardar praticamente o que quiser (e que for possível), como guardar objetos valiosos, como caixas, coleções, guardar documentos, guardar móveis e até para armazenar o estoque da sua empresa com segurança.

Mas, não basta deixar os objetos lá e pronto. É preciso entender como armazenar corretamente seus objetos. A correta organização garante a durabilidade e segurança dos seus pertences.

Então, se você está pensando em alugar um container e tem dúvidas sobre como guardar móveis que estão parados na sua casa, como guardar documentos importantes do seu escritório ou como armazenar o estoque da sua empresa, confira aqui nossas dicas.

Cuidados com os objetos armazenados no self storage

Manter o box organizado faz toda diferença, principalmente quando ele é usado como estoque para uma empresa. Confira como armazenar corretamente cada estrutura de armazenamento em um self storage.

Como Guardar Móveis

Está com pouco espaço em casa, mas não quer reformar, está de mudança ou vai reformar e precisa de espaço? O aluguel de box é a solução perfeita para guardar seus móveis com segurança pelo tempo que você precisar.

Mas para manter a qualidade do móvel é preciso tomar algumas precauções na hora de armazenar.

  • Para móveis montáveis, como guarda-roupas e camas, o ideal é que ele seja guardado já desmontado para ocupar menos espaços.
  • Para proteger os móveis, envolva-os em plástico bolha ou cobertas para garantir a integridade deles.
  • Cubra os móveis com um lençol, principalmente estofados, para evitar o acúmulo de sujeiras e poeiras, conservando o móvel.

Como Guardar Documentos

A preservação dos documentos em papel é muito importante para a manutenção do histórico de atividades de uma empresa. Esta modalidade de self storage é ideal para empresas e escritórios que possuem muitos papéis importantes que precisam ser preservados.

Com o passar do tempo, o papel vai perdendo a qualidade e muitas vezes a falta de cuidados básicos com a conservação dos materiais impressos é o principal motivo de perda ou danificação do acervo documental. Por isto, a armazenagem correta de documentos torna-se fundamental.

  • Prateleiras de ferro são uma excelente solução para manter o box organizado.
  • Posicione as estantes afastadas das paredes. Isso garantirá a ventilação no ambiente, além de dificultar a entrada de insetos.
  • Evite o uso de clipes e grampos que podem enferrujar e manchar os documentos
  • Não deixo os papéis soltos. Utilize embalagens plásticas e pastas para guardar os documentos.
  • Periodicamente, faça a limpeza do armário, pastas e do ambiente utilizando um pano seco ou espanador para evitar o acúmulo de poeiras.

Como Guardar Volumes e Caixas

Para quem possui vários tipos de materiais para serem guardados, como coleções, roupas, objetos de decoração, utensílios da cozinha e etc…o aluguel de container é a melhor opção. Dá para guardar tudo o que precisar, pelo tempo que quiser.

  • Ao guardar caixas, certifique-se em etiquetá-las. Ficará mais fácil para localizar o que você precisa.
  • Ao empilhá-las, coloque as mais pesadas na base e as mais leves no topo.
  • Se possível, coloque-as sobre pallets para melhor organização.
  • Mantenha organizado em ordem para encontrar com facilidade o que você precisa.

Como Guardar Estoque

Agora se você tem uma loja e precisa ampliar o espaço para estocagem, self storages como a Guarde Mais são perfeitas. Nos box você pode armazenar materiais pouco utilizados no dia a dia da empresa, insumos, mercadorias e o que mais você necessitar.

É uma solução extremamente eficiente para comércios, independente dos períodos sazonais e regulares, principalmente quando a empresa não comporta a grande quantidade de produtos ou mesmo para facilitar a distribuição dos produtos criando um centro de distribuição para e-commerces e lojas virtuais.

A recomendação é a mesma que para os demais produtos:

  • Manter os produtos organizados, seja por etiquetas ou por ordenação
  • Manter os produtos e o ambiente limpo.
  • Proteger materiais frágeis.

Samsung Galaxy A31 e A41
Samsung iniciou o lançamento de sua galáxia 2020 uma série com a galáxia A51 e A71. Ele vai lançar muitos mais dispositivos como parte desta série nos próximos meses. Embora saibamos que a Samsung está a trabalhar na galáxia A31 e na galáxia A41, os detalhes desses dispositivos têm permanecido escassos até agora. Agora vamos saber mais sobre as câmaras e a bateria do dispositivo.

Galaxy A31 Câmera e Bateria


Já faz algum tempo desde que confirmamos que a Samsung está de fato desenvolvendo a galáxia A31 e A41 e compartilhando suas respectivas opções de armazenamento. Desde então, porém, não surgiu muito mais informação. Agora, os nossos colegas da GalaxyClub partilham algumas novas informações.

Em primeiro lugar, a galáxia A31 terá uma câmera principal de 48 megapixéis, que é supostamente a mesma encontrada na nova galáxia A51. E assim como esse dispositivo, o A31 também vai usar uma câmera macro de 5 megapixels. Outra melhoria sobre a galáxia A30 será encontrada no departamento de bateria. A galáxia A31 terá uma célula de energia de 5 mil mAh, com uma capacidade nominal de 4.860 mAh. Isso é uma melhoria significativa em relação à bateria de 4.000 mAh Da A30.

Cameras Galaxy A41


Além disso, aprendemos alguns primeiros detalhes sobre as câmeras da galáxia A41. Este telefone também vai usar um sensor principal de 48 megapixéis, triplicando a resolução de 16 megapixéis da galáxia A40. A câmera frontal, no entanto, permanecerá a mesma, já que o A41 provavelmente virá com um sensor de 25 megapixéis. Além disso, o dispositivo pode obter sua própria lente macro, com uma resolução surpreendentemente baixa de 2 megapixéis, embora isso pareça ser um pouco menos de uma certeza.

Ainda não se sabe quando Samsung está planejando lançar a galáxia A31 e A41. No início do próximo mês vamos conhecer a galáxia S20 e Galaxy Z Flip, e esperamos que mais dispositivos de médio alcance sigam mais tarde nesta primavera. Afinal de contas, a Samsung lançou a série a de 2019 após o Galaxy S10, com apenas o Galaxy A51 e A71 atingindo os mercados excepcionalmente no início deste ano.

Samsung Galaxy A linha foi um grande sucesso no ano passado e a empresa terá como objetivo continuar o sucesso em 2020, com suas novas adições como o A11, A31 e A41. Seguindo a ficha técnica e média dos preços, estes modelos foram inclinados para vir com os números de modelos SM-A115X, SM-a315x, e SM-A415X e a grande notícia é que todos eles vão começar em 64GB de armazenamento a bordo.

Samsung A11, A31 e A41 está para vir com armazenamento de base 64GB
Olhando para trás, o A10 e o A30 começaram ambos em 32GB, de modo que a mudança para 64GB é mais do que bem-vindo. Recentemente, demos a primeira vista de olhos aos A51 e A71, que devem vir com novos ecrãs AMOLED Infinity-O e um recorte retangular de câmara na parte de trás. Ainda não há nenhuma palavra se os modelos de entrada-Nível A-série também virá com este novo design.

Alguns rumores sugerem que a primeira nova galáxia que os telefones lançarão no próximo mês. O Galaxy A-series da Samsung foi um grande sucesso em 2019 e a marca vai tentar levar o impulso em 2020 com dispositivos como o A51 e o A71. Além disso, a Samsung também irá oferecer entradas mais acessíveis com o próximo Galaxy A31 e A41. Não ouvimos quase nada sobre estes dois dispositivos até agora, mas uma nova fuga está aqui para descobrir o primeiro conjunto de detalhes.

O A31 virá com uma câmera principal de 48MP ao lado de uma macro shooter de 5MP que seria um passo perceptível acima do A30 e é 16MP + 5MP combo. Na frente da bateria podemos esperar uma cela de 5.000 mAh.

Samsung Galaxy A31 e A41


O A41 também oferecerá um Slot principal de 48MP, mas não há detalhes em suas outras câmeras traseiras. O virado para a frente está inclinado a entrar a 25 km / h. Graças a um boato anterior, também sabemos que tanto o A31 como o A41 são esperados para enviar com armazenamento de base de 64GB. Ainda não há notícias sobre as datas de lançamento potenciais para o A31 e o A41, mas vamos certificar-nos de atualizá-lo quando houver mais detalhes concretos.

O piso de porcelanato polido é uma forte tendência em decoração. Ainda não conhece esse tipo de revestimento? Sem problemas: confira, aqui, o que é e como limpar porcelanato polido.

como limpar porcelanato polido

Porcelanato polido

O porcelanato é um revestimento normalmente utilizado em pisos, mas também pode ser aplicado em paredes e bancadas. Existem vários tipos de porcelanato e um dos mais adotados e desejados é o polido.

Curiosamente, o porcelanato polido caracteriza-se por ter superfície mais lisa, que é obtida porque o revestimento passa por um polimento especial e aplicação de uma camada de impermeabilizante.

O polimento acaba conferindo um brilho especial para o revestimento, garantindo um acabamento luxuoso. Por isso, é a aposta de quem deseja tornar o ambiente mais refinado.

O porcelanato polido é indicado para áreas secas, como quartos, salas e corredores. Não se recomenda sua utilização em áreas molhadas e úmidas porque o piso se torna muito escorregadio em contato com a água, aumentando o risco de acidentes.

Como limpar porcelanato polido

O porcelanato polido tende a ficar fosco com o passar do tempo, o que pode comprometer sua beleza. A única forma de se livrar desse problema é investir em limpezas periódicas do piso. Mas, como limpar porcelanato? Veja, a seguir, dicas para isso:

Use produtos específicos para porcelanato

O porcelanato é um material nobre e merece cuidados especiais na limpeza. Por isso, use produtos específicos para esse tipo de piso, para garantir um melhor resultado e evitar danos à superfície.

Dê preferência para umproduto de limpeza biodegradável, que tem maior eficiência e baixo impacto ambiental, bem como que não necessite de enxague, para evitar que o piso se torne escorregadio durante a higienização.

– Finalize com pano limpo

Depois de aplicar o produto de limpeza biodegradável sobre o porcelanato, será preciso removê-lo com o auxílio de um pano, que deve estar limpo, obrigatoriamente. Assim, evita-se transferir resíduos de sujeira do pano para o piso, obtendo um melhor resultado.

Realizar o sonho da casa própria costuma vir com uma dúvida: afinal, é melhor morar em casa ou apartamento? Aqui, explicamos porque a casa é a melhor opção a ser buscada em construtora Curitiba. Confira!

casa ou apartamento

Vantagens da casa

Em comparação ao apartamento, a casa oferece vantagens especiais. A seguir, listamos as principais e que justificam o investimento nesse tipo de imóvel residencial:

Mais espaço

Apartamentos, principalmente os novos, tendem a ser pequenos, o que acaba sendo um problema para famílias grandes ou casais que desejam ter filhos. Por isso, não é a melhor opção para quem precisa ou gosta de mais espaço.

A casa térrea e o sobrado em Curitiba, em contraposição, costumam ter mais área útil disponível, garantindo máximo conforto para os moradores e eventuais visitas. Além disso, possibilita ter animais de estimação ou, até mesmo, montar um jardim.

Privacidade

No apartamento, a chance de ser bisbilhotado por vizinhos todos os dias é maior. Há, ainda, a possibilidade de ter suas conversas pessoais escutadas por terceiros, devido à proximidade entre os lares. Com a casa e sobrado é possível evitar todos esses contratempos e ter mais privacidade no dia a dia.

Mais liberdade

Quem mora em apartamento precisa seguir o regulamento interno do condomínio, o que normalmente limita a liberdade dos moradores. Se prefere viver com menos regras e ter mais liberdade, a casa é o melhor investimento.

Menor custo

Antes de comprar apartamento é preciso levar em consideração um ponto fundamental: tem-se um gasto mensal com a taxa de condomínio, além de gastos envolvendo funcionários como zelador e porteiro.

Ao comprar sobrado em Curitiba ou casa térrea é possível fugir desses gastos extras, sendo a melhor opção para economizar em curto e longo prazo, com a possibilidade de utilizar esse dinheiro em melhorias no imóvel ou outros projetos.